• Kuarazy

CINEMA HOLLYWOODIANO


 

Falar de cinema é viajar pelas grandes produções, estúdios, filmes que marcaram com seus enredos. E não tem como não pensar em Hollywood e suas produções.

Hollywood, localizada na cidade de Los Angeles, tornou- se uma potência mundial na indústria cinematográfica.

 

Por Osmilde Bispo (@osmildebispo)


Para compreender como o cinema hollywoodiano é o que é, precisamos mergulhar na história desde o início e saber como tudo começou.

Thomas Edison possuía a patente de diversos equipamentos, como câmera, lâmpada incandescente entre outros, criado por ele. Além disso, ele patenteou aparelhos que permitia a produção de filmes, e para ter o domínio de suas criações e junto com outros criadores que tinham patente, criaram uma associação.

A A MPPC - Motion Pictures Patents Company foi formada por algumas empresas e tinha o comando de Thomas Edison. Para se ter uma ideia, essa companhia tinha o direito em filmes, câmeras, projetores entre outras coisas. Se um produtor queria produzir um filme era obrigado a recorrer a companhia de Edison e assim, pagar direitos autorais pelo uso dos equipamentos de produção, deixando a MPPC rica e poderosa. Caso alguém se recusasse a pagar a Edison pelos direitos autorais era levado a julgamento.

Cansados desse autoritarismo, alguns produtores resolveram mudar de local e foram para a Califórnia, começa então a era de Hollywood, alguns estúdios são criados a exemplo de, Warner Bros Fox, Universal, Columbia.

A escolha por Hollywood se deve também pelo clima ameno e ensolarado que ajudava nas gravações externas durante todo o ano. Outro fator são as paisagens planas e montanhosas dando maior opção de cenários.

A produção cinematográfica em Hollywood deu tão certo que na década de 20 era a quinta maior indústria de cinema dos Estados Unidos. Ainda na década de 20 grandes nomes surgem é o caso de Charlie Chaplin, o cinema de animação ganha espaço e reconhecimento e em 1928, Walt Disney lança a animação Steamboat Willie, dando início a era das animações.

Nos anos 30 os estúdios de Hollywood passaram a integrar o processo de produção, distribuição e exibição, produzindo 600 filmes por ano, o que tornou a cidade de Los Angeles a capital do cinema norte americano.

A era de ouro do cinema Hollywoodiano acontece de 1917 a 1960, período em que os estúdios apostam em filmes de sucesso como comédias, musicais, animações, westerns.

O studio system (“sistema de estúdios”) foi a maneira de fazer cinema, os principais estúdios tinham atores, diretores, roteiristas fixos, ou seja, os mesmos produziram vários filmes, além de deter a maior parte das salas de cinema no qual, podiam exibir suas produções obtendo maior lucro. Outra característica era a contratação de pessoas que tinham um potencial para se tornarem grandes estrelas a chamada star system (“sistema de estrelas”),o importante não era a atuação e sim a imagem dos atores.

Apesar disso, surgem grandes nomes de diretores, atores e filmes que são considerados um verdadeiro clássico até hoje. Cidadão Kane de 1941, dirigido por Orson Welles muitos consideram um dos melhores filmes da época.

Mesmo a maior parte das produções serem no ‘sistema de estúdio’, eram realizados filmes com médio orçamento, atores não conhecidos que deram bons resultados. Outros nomes que fizeram sucesso sãoHoward Hawks, Alfred Hitchcock e Frank Capra que lutavam para manter a liberdade criativa frente aos estúdios.

A era de ouro chegou ao fim e um dos fatores foi o ato federal, o Anti-Trust Act, com isso os estúdios não podiam ter os artistas fixos, o processo de produção e exibição tinham que ser separados dando a salas de cinemas maior opção de filmes.

Após esse período Hollywood dá início a era pós clássica, que vai de 1960 a 1980. Um dos principais nomes dessa era é Steven Spielberg. A nova geração de cineastas estudaram técnicas e movimentos cinematográficos desenvolvidos em movimentos como a Nouvelle Vague, Neorrealismo Italiano, isso permitiu filmes com cronologia não linear, reviravoltas surpreendentes. Francis Ford Coppola, George Lucas, Brian De Palma, Stanley Kubrick, Martin Scorsese, Roman Polanski e William Friedkin são alguns cineastas desse período que fazem sucesso nos dias de hoje.

O cinema Hollywoodiano deixou sua marca com grandes clássicos que estão na memória dos amantes da sétima arte. Muitos cineastas da nova geração se inspiram em filmes Hollywoodianos para suas produções.

“Hollywood é um casino. Você tem que colocar suas fichas na mesa e esperar pelo melhor.” – Byron Allen.


Referência:

www.aicinema.com.br

https://institutodecinema.com.br/


Revisado por:

Renata Meneses (@renatamenesess)

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo